Patrocinada pela Integralmédica uma grande empresa de suplementos Nutricionais, ela ainda trabalha como personal trainer e se dedica a carreira de nutricionista

POR Kleber Caramello, MD Latino Brasil equipe

ONDE VOCÊ MORA, IDADE, E UM BREVE RELATO DE QUANDO COMEÇOU A FAZER MUSCULAÇÃO E A COMPETIR NO CULTURISMO?

Moro em Curitiba, região Sul do Brasil.

Tenho 36 anos, treino há 18 anos.

Quando tinha aproximadamente 13 anos, acompanhava minha mãe à academia onde ela realizava aulas de ginástica localizada e aeróbica. Antigamente sala de musculação era coisa de homens! Eu  ficava na recepção olhando revistas, e um dia encontrei uma revista com atletas musculosos! Olhei e admirei muito, pensei: Quero ser assim! E cresci com aquela imagem na cabeça…

Aos 18 anos comecei a faculdade de Educação Física e contei para um professor da minha vontade de fazer musculação. Ele me incentivou e iniciamos o treinamento. Isto foi em 1994. Pensei que fosse fácil aumentar os músculos. Os anos passavam e eu sentia o quanto era difícil, mas nunca desisti.

Em 1998, quatro anos após, ganhei meu primeiro campeonato, fui campeã Paranaense e quarta colocada no Brasileiro. E assim, Caminhando lentamente cheguei ao título de Miss Physique Universe em 2009 e Campeã Mundial em 2010.

QUEM FOI O SEU MAIOR INCENTIVADOR A COMEÇAR A COMPETIR, E QUEM LHE INCENTIVA AGORA?

Eu comecei a treinar querendo ser atleta. Não tive um incentivador, porque quando comecei a aumentar a massa muscular, minha família e amigos diziam estar bom e que não precisava crescer mais. Ainda hoje alguns amigos e parentes falam: Pare com isso, você não ganha nada!

Na verdade, ninguém vê o quanto ganho…ganho ser feliz, ganho fazer o que quero e gosto!

Hoje minha mãe e meus irmão têm orgulho de mim e me acompanham. Tenho uma amiga muito especial, a Cleide, que também me acompanha e hoje é minha parceira de treino. Tenho que citar  meus alunos que sempre estão me apóiam.

QUEM SÃO SEUS PATROCINADORES?

Sou patrocinada pela Integralmédica suplementos nutricionais, que hoje é a maior empresa de suplementos do Brasil.

VOCÊ É PERSONAL TRAINER E AINDA SE DEDICA A PROFISSÃO DE NUTRICIONISTA, COMO É ADMINISTRAR TUDO ISSO?

È uma loucura! Trabalho 10 horas por dia, até ano passado fazia faculdade de Nutrição e ainda treino e atendo consultoria nutricional. Graças a Deus tenho muita saúde e disposição!

Para completar o quadro do dia-a-dia, em Março deste ano, eu e a Cleide Santos inauguramos uma academia. Academia Larissa Cunha Musculação Estética, com uma nova proposta de treinamento. Ainda tem treinamento de Muay Thai onde meu irmão Marco Cunha e seu amigo Luiz Sorriso são os proprietários e professores (uma franquia da Chute Boxe).

QUAIS SEUS MAIORES TÍTULOS?  EM QUAIS CATEGORIAS E FEDERAÇÕES?

Miss Universe 2009- Nabba categoria Physique

Campeã Mundial 2010- Nabba categoria Physique

Campeã Sulamericana 2007- IFBB Bodybuilding over 55

Tri-Campeã Brasileira 2006/07/08 IFBB Bodybuilding acima 55

QUAIS SÃO AS SUAS METAS EM UM FUTURO PRÓXIMO COMO ATLETA?

Vou continuar treinando, pois treinar faz parte do meu dia-a-dia, mas espero as oportunidades de competição aparecerem, este ano estou muito ocupada com minha formação acadêmica (nutrição), que no momento demanda muito tempo.

Em 2013 vou estudar os calendários e me preparar para poder oferecer o melhor possível como atleta.

Pensa em deixar as competições e se dedicar somente a consultorias e aulas?

Por enquanto não! Gosto de competir e a preparação, o resultado final me fazem bem!

PODE DETALHAR COMO É FEITO E DIVIDIDO O SEU TREINO?

Durante a fase de aumento de massa muscular, treino três dias e descanso um… faço 1 grupo por treino, alternando com dois grupos por treino 9 uma semana um grupo, na outra semana dois grupos…). Procuro não repetir o treino anterior, gosto de mudar pelo menos a execução e o método de treino.

Em fase de preparação, para perder o percentual de gordura, acrescento aeróbio pelo menos 30 minutos ao dia e faço diferenciações na dieta.

Faltando um mês, treino todos os dias, descansando Domingo.

COMO É A SUA DIETA FORA DE COMPETIÇÃO?

Como de tudo, porém evito gordura saturada e carboidrato simples.

Gosto de carne vermelha, como pelo menos 3 vezes por semana.

Mantenho os suplementos, principalmente pela manhã e imediatamente pós treino. Uso a linha completa da Integralmédica.

E A SUA DIETA EM COMPETIÇÃO?

Calculo de acordo com  minha mudança na composição corporal, variando entre aumentar ou diminuir os carboidratos e a proteína, geralmente não corto carbo e mantenho os óleos essenciais.

Perto da semana de competir, se necessário faço uns três dias de baixo carbo. Tomo muita água e não descuido dos micronutrientes, principalmente vitaminas e minerais. Nesta fase aumento a suplementação alimentar para manter o anabolismo e não haver perda de massa magra.

LEMBRO DE VOCÊ COMPETINDO NA IFBB E DEPOIS MIGRANDO PARA A NABBA. CONSEGUIU SEUS OBJETIVOS NESTA FEDERAÇÃO? PENSA EM VOLTAR PARA A IFBB E TALVEZ PLEITEAR UM PRO CARD?

Sempre competi na IFBB (de 1998 a 2008), foram 10 anos. Cheguei ao vice campeonato Mundial em Santa Suzznna –Espanha em 2007.

Surgiu uma oportunidade de eu competir o Miss Universo pela NABBA em 2009 na Inglaterra e eu fui. Conquistei o título e voltei para o Brasil com uma quantidade enorme de entrevistas marcadas pela assessoria de imprensa da Integralmédica em rede nacional. A partir daí, fui reconhecida dentro e fora do mundo do fisiculturismo, e hoje sou procurada por muitas pessoas do Brasil e de fora para consultoria nutricional e esportiva (necessidade extra em estar concluindo outra faculdade).

Ainda hoje há procura para entrevistas em rede nacional para eu contar minha história, dificuldades e conquistas.

Quanto a IFBB, espero que a mentalidade deles enquanto dirigentes mude, para que os atletas que estão vindo tenham esta federação para competir. Conversei com algumas pessoas da diretoria, porém sem muito acesso ou quaisquer perspectiva para volta. Isso para mim não é importante, pois acredito na NABBA conquistei meu nome no mundo do fisiculturismo.

Hoje não tenho mais tempo para treinar e tentar uma competição profissional, tenho que investir na minha carreira de nutricionista e personal trainner que é o que realmente me sustenta financeiramente. Mas não quero parar de competir!

Se esta pergunta fosse feitas há alguns anos, com certeza faria tudo para conquistar um pró-card.

A SUA CATEGORIA É REPLETA DE MULHERES QUE CHAMAM MUITO A ATENÇÃO PELO VOLUME E QUALIDADE, A GRANDE QUESTÃO É: VOCÊ SE SENTE VITIMA DE PRECONCEITO POR APRESENTAR UM FÍSICO TÃO DIFERENTE DAS PESSOAS COMUNS, OU MESMO ANTES DE SE DEDICAR TANTO AO SEU CORPO VOCÊ TINHA NOÇÃO DE QUE SEU CORPO IRIA GERAR COMENTÁRIOS BONS E RUINS POR PARTE DE UMA SOCIEDADE ACOSTUMADA COM MULHERES FRANZINAS?

Há uns 15 anos, no início da minha carreira foi difícil. Até a idéia de ser musculosa era complicado de expor para amigos e parentes. Sair na rua era ruim, pois era vítma de chingamentos, mas nunca dei atenção. Sempre quis ser atleta. Hoje com a mídia, está tudo mais fácil, pois a maior parte das mulheres estão fazendo musculação e querem ficar com corpos atléticos. Desde atrizes, apresentadoras, cantoras…o mundo está evoluindo para a prática da musculação! E está na moda, é só ver a adesão no carnaval, nas ruas, nas praias…

QUEM É OU SÃO SEUS MAIORES ÍDOLOS (AS) NO ESPORTE E SUAS MAIORES REFERENCIAM NACIONAIS E INTERNACIONAIS?

Admirava os corpos de Sheron Bruneau, Lenda Murray, Cory  Everson, entre outras atletas.

Aqui no Brasil, admirava o volume da atleta Ana Cláudia Pires (RJ) e Simone Souza (MG), sem contar no volume e definição perfeitos da minha amiga Patrícia Helena Fernandes.

FONTE: http://www.mdlatino.com/br/blog/larissa-cunha-uma-das-grandes-atletas-do-culturismo-feminino-brasileiro/